Évora

Évora capital do alto Alentejo  está situada a cerca de 130 km de Lisboa. A parte entre as muralhas medievais conserva muitos traços dos seus tempos mais antigos, incluído monumentos de várias épocas. O centro histórico de Évora faz parte da lista da UNESCO das cidades património mundial. Foi habitada no tempo dos romanos, tendo sido chamada Liberalitas Júlia Deste período restam inúmeros vestígios dos quais se destaca o templo romano conhecido por “Templo Diana”.

Durante as invasões bárbaras, Évora esteve sobre domínio visigodo. Em 715 D.C., e a cidade foi conquistada pelos mouros. Évora foi tomada aos mouros por Geraldo Sem Pavor em 1166 e tornou-se durante a Idade Media uma das mais prósperas cidades do reino, principalmente durante a dinastia de Avis (1385-1580). Em 1551 foi fundada pelos Jesuítas a universidade, e por cá passaram grandes mestres do saber da época. Em 1759 foi encerrada por ordem do Marques do Pombal, aquando  da expulsão do Jesuítas.

Apenas em 1973 foi reaberta.

O século XVIII marca o início do declínio da cidade de Évora.

A testemunhar a dinâmica histórica e cultural das várias épocas, ficaram os muito e belos monumentos realizados por diferentes artistas, que hoje podem ser admirados em todo o seu esplendor.

13-1
14-1
16-1
17-1
5802484_l
5950667_mx
evora
evora-portugal
janela-ii-rua-da-moeda
the-courtyard-of-universidade
unfortunately-the-fountain
01/11 
start stop bwd fwd